fbpx

PELE NEGRA

Mais resistente ao sol – devido a maior quantidade de melanina – porém sensível a traumas que podem resultar em manchas, a pele negra exige cautela, mas se beneficia dos recursos da moderna dermatologia, como por exemplo o laser.

Sou certificada pela Ellementti Dermocosméticos como especialista em pele negra e possuo produtos específicos para o tratamento nesta pele.

A pele negra possui características únicas e diferenças significativas em relação as claras. “Em geral, tem grande capacidade de proteção natural, tende a ser mais firme e lisa e com poucas rugas”, explica a dermatologista Dra. Katleen Conceição, especialista nessa pele.

Manchas: um problema comum em peles negras! Você sabia?

A abundância de melanina pode acelerar o surgimento de manchas, pois durante a cicatrização a pigmentação é ativada. Qualquer processo inflamatório ou que cause irritação pode gerar o escurecimento da pele, como exemplo as marcas causadas pela acne.

As manchas têm tamanhos variados, não apresentam relação com sexo ou idade e são mais intensas nas áreas expostas e nas regiões de dobra, onde a pele é mais fina.

Com o passar dos anos, observa-se a ocorrência de hiperpigmentação, ou seja, manchas escuras principalmente no rosto e ao redor os olhos.

Como evitar as manchas
na pele negra?

Para evitar as manchas, o paciente deve buscar tratamento preventivo. Primeiro, é preciso evitar que a pessoa tenha a alteração cutânea e, consequentemente, uma inflamação que pode causar o escurecimento.

Mas, para os pacientes que já possuem espinhas, as substâncias clareadoras e antiacne são aliadas ao tratamento.

A incidência de acne em negros é alta devido a maior densidade da bactéria que causa o problema, para evitar manchas não se deve manipular a pele.

Uso de produtos em pele negra!
Uma orientação:

Para controlar a oleosidade, a limpeza facial diária deve ser feita com produtos em gel, não oleosos e não comedogênicos.

Os alérgicos podem necessitar de filtro solar com hidratante para evitar o ressecamento e evitar o aparecimento de manchas escuras.

A oleosidade facial também facilita o aparecimento de foliculite que nos homens manifesta-se na barba.

A inflamação e causada quando o pelo se curva para dentro e penetra na pele ou cresce dentro do folículo, encravando e inflamando no local.

A pele negra possui um nível alto de melanina, o que promove uma proteção natural ao sol. Além disso, possui mais colágeno que as outras cútis, deixando-a mais elástica e resistente aos efeitos do tempo, como rugas e linhas de expressão.

E, por ser mais espessa e firme, demora mais a ficar flácida e, dificilmente, apresenta celulite.

No entanto, o diferencial da pele negra pode ser, também, o seu maior mal. Devido a hiperpigmentação, há mais propensão à manchas de pele, como melasma. Já o alto nível de colágeno, por exemplo, pode resultar em queloides.

Pele negra precisa de
proteção solar?

CLARO! Proteção solar é essencial para a pele negra.

Apesar de ser mais resistente ao sol, apresentando um fator de proteção natural de 13.4, é recomendado o uso do filtro solar diariamente, inclusive em dias nublados ou em ambientes fechado. A maior quantidade de melanina, pigmento que dá cor a pele e que protege dos raios ultravioleta, faz com que envelheça menos. Mesmo com essa vantagem o uso de protetor solar é fundamental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *